Arquivo de fevereiro, 2010

Pela fé nas pessoas…

Publicado: fevereiro 23, 2010 em Sem-categoria

… porque eu ainda tenho fé nas pessoas. Por mais que essa cidade tente me afogar em sua indiferença, eu resisto bravamente, porque acredito nelas.

Hoje me lembrei de um texto antigo, de 2008, que fala muito bem sobre um assunto que me apertou o coração hoje.

.

.

.

Prece de Cáritas

Deus, nosso Pai, que sois todo Poder e Bondade, dai força àquele que passa pela provação, dai luz àquele que procura a verdade; ponde no coração do homem a compaixão e a caridade!

Deus, Dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.

Pai, Dai ao culpado o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, e ao órfão o pai!

Senhor, que a Vossa Bondade se estenda sobre tudo o que criastes. Piedade, Senhor, para aquele que Vos não conhece, esperança para aquele que sofre. Que a Vossa Bondade permita aos espíritos consoladores derramarem por toda a parte a paz, a esperança e a fé.

Deus, um raio de luz, uma centelha do Vosso Amor pode abrasar a Terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores se acalmarão.

E um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos, oh Poder!, oh Bondade!, oh Beleza!, oh Perfeição!, e queremos de alguma sorte merecer a Vossa Divina Misericórdia.

Deus, dai-nos a força de ajudar o progresso a fim de subirmos até Vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Imagem.

Anúncios

Publicado: fevereiro 17, 2010 em O que eu não entendo...

.

.

.

Publicado: fevereiro 14, 2010 em Sem-categoria

Se as pessoas fossem mais inteligentes, sofreriam menos.

O problema é que gostar emburrece.

.

.

.

.

.

.

.

P.S: Talvez eu seja um pouco mais inteligente a partir de agora…

Dos ansiosos

Publicado: fevereiro 11, 2010 em cotidiano

Ansiosa é aquela pessoa constantemente com dor de barriga. Mão fria e coração quente. O coração é localizado diretamente na boca algumas vezes, e os olhos se mexem nas órbitas como se o mundo acabasse a cada vez que sai de suas vistas. Cada ansioso tem sua característica própria de funcionar e sobreviver nesse mundo de doidos em que vivemos.

Existe o ansioso compulsivo: checa Orkut, e-mail, MSN, Gtalk e últimas notícias de todos os jornais online a cada 05 segundos. Seu comando preferido é o botão F5.

Outro tipo de ansioso é aquele impulsivo. Clica no botão errado, fala o que não queria, tira conclusões precipitadas e já montou uma família oculta pro namorado que não atendeu seu último telefonema.

O ansioso triste é um dos mais complicados. Depois de deduzir as mais loucas suposições – às vezes até verdadeiras – cai em uma tristeza de dar agonia. Sempre que é podado em sua ansiedade e não consegue ser atendido em sua necessidade impetuosa de “logo”, cai numa frustração de mesma proporção de sua ansiedade. O não-respondido é o maior de seus tormentos.

Mas, o pior tipo de ansioso é o frustrado por antecipação. Seu conflito de que as coisas tendem sempre a não dar certo, porque nunca vem na velocidade em que espera, acabam frustrando-o antes mesmo que exista algum movimento, alguma ação. Esse ansioso não aparece como os outros, movimentando-se, falando muito e fazendo coisas impulsivas. Esse tipo apaga-se em si mesmo. Não há movimento, não há ação, porque fatalmente essa findará em alguma frustração.

A sorte é que existe remédio para isso. Existe um tipo de ação que ajuda esses ansiosos a viverem melhor e a desfrutarem de suas vidas sem estragarem seus estômagos com tanta produção de ácido gástrico.

O diabo é que eu não sei qual é.

que saco…

Publicado: fevereiro 9, 2010 em Sem-categoria

… não sei jogar esse jogo.  😦